Página Inicial --> Israel --> Rosh Hashaná – Feliz Ano Novo!

Rosh Hashaná – Feliz Ano Novo!

Os Comunicadores, pela sua forte ligação com Israel, registra o Rosh Hashaná e deseja a todos os seus amigos que este seja um período mais doce e mais suave.

Shana-Tova5

 

O nome é atribuído pela tradição rabínica ao dia da concepção do mundo. Portanto neste dia começa o novo ano judaico.

shana tovaab

Segundo o calendário judaico, a partir do anoitecer do dia 04 de setembro de 2013 iniciou-se o ano 5774. Para os judeus, é tempo de refletir e se arrepender dos pecados. Ao  invés de brindar com champanhe e pular sete ondas, eles preferem se focar na introspecção e na reflexão.
O Rosh Hashaná acontece, geralmente em setembro, pois a contagem dos anos no judaísmo é feita pelo calendário lunar.

O ano lunar tem 354 dias, portanto faltam 11 para os 365 contados normalmente. Para ajustar, se convencionou que alguns anos têm um mês a mais no calendário judaico.

O primeiro mês do ano é chamado de Tishrei, palavra que remonta ao período de 586 a.C. a 536 a.C., quando Jerusalém foi destruída pelos babilônios e os judeus foram forçadamente exilados para a região mesopotâmia. Ali eles desenvolveram o calendário de 12 meses – que às vezes ganha um mês extra para o ajuste com o calendário tradicional.

A primeira citação escrita deste nome está na Mishná no tratado de Rosh Hashaná.

shaná to vá
CLIQUE NA FOTO PARA ACESSAR O VÍDEO ESPECIAL GRAVADO EM ISRAEL
Desligue antes do som da nossa rádio web. No player, capa do nosso site.

Existem quatro começos de ano diferentes.

O primeiro dia do mês de Nissan marca o começo da contagem dos anos de reinado dos reis de Israel na Bíblia e o começo do ciclo das festividades judaicas de acordo com a Torá.

shaná tová2

O primeiro dia do mês de Elul corresponde ao início do ano para assuntos ligados ao dízimo animal (quando era necessário dar aos sacerdotes 1/10 dos animais nascidos neste ano até aquela data).

shaná tová3

O primeiro dia do mês de Tishrei é o começo do ano para a contagem dos anos a partir da criação do mundo (de acordo com a tradição judaica), do ciclo de sete anos e do ciclo de 50 anos – segundo leis específicas da Torá.

shaná tová4

E o último dos começos de ano é o dia 15 do mês de Shevat – o ano novo das árvores, quando se conta a idade das árvores e que se refere a leis da Torá sobre a proibição do consumo dos frutos de uma árvore até completados quatro anos desde a sua plantação na terra de Israel.

Shana-Tova5

Yom Teruá (dia do toque do shofar)

Segundo a Torá, é o dia do toque das trombetas – ou do shofar. Geralmente o shofar é feito de chifre de carneiro, mas pode ser usado o chifre de qualquer animal kosher, exceto a vaca. A primeira citação deste nome está na Torá.

O toque do shofar é um preceito da Torá de alta importância neste dia e é interpretado pelos sábios do Talmud como um sinal sonoro para incentivar o sentimento de arrependimento por atos errados que os membros da congregação possam ter cometido.

Yom Hadin (dia do juízo)

De acordo com a tradição judaica Rosh Hashaná é o dia em que Deus  julga todas as almas em relação ao próximo ano. O ano novo judaico é tomado como um dia de introspecção e reflexão sobre os atos passados no ano anterior, e de pedidos e rezas para o ano vindouro, ou seja, um dia de julgamento pessoal que cada um deve fazer de si mesmo.

Yom Hazikaron (dia da memória)

De acordo com a tradição judaica, neste dia são envocadas as recordações de nossos atos perante D’us para que Ele faça o nosso julgamento. E por isso uma parte da reza de mussaf de Rosh Hashaná (chamado zichronot: “lembrança”) é dedicada à recordação de fatos bíblicos que têm como objetivo evocar a piedade divina durante o julgamento.

Este dia também é chamado na Torá de Yom Teruah (dia do som das trombetas) ou Zichron Teruá (dia da lembrança no nome de D’us).

Tradições e costumes

A comemoração é efetuada durante os dois primeiros dias de tishrei, conforme o costume pós-exílico, para se garantir a comemoração no dia correto nas comunidades da Diáspora. Começa no pôr do sol do dia anterior e segue até o anoitecer do dia posterior

Sobre Paulo Roberto Machado

Jornalista e Radialista Profissional, graduado em Comunicação Social e Pós Graduado em MKT pela PUC de Campinas, trabalhou, em Campinas e em São Paulo, durante anos na Rede Globo de Televisão - TV e Rádio, na Bandeirantes - Rádio e TV e na antiga TV Manchete como repórter, editor e apresentador e âncora de Telejornais e programas de Debate. Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Ágape.

Leia Também

Príncipe William visita locais sagrados em Jerusalém

O Príncipe William, do Reino Unido, visitou lugares santos em Israel. Durante os 4 dias …