Página Inicial --> Astronomia --> NASA batiza o Centro de Validação de Fairmont como Katherine Johnson

NASA batiza o Centro de Validação de Fairmont como Katherine Johnson

A NASA batizou sua Instalação Independente de Verificação e Validação em Fairmont, West Virginia, como “Katherine Johnson”.

“Estou muito feliz por estarmos homenageando Katherine Johnson dessa maneira, já que ela é um verdadeiro ícone americano que superou obstáculos incríveis e inspirou muitos”, disse Jim Bridenstine, administrador da Nasa. “É um tributo adequado nomear a instalação que realiza seu legado de cálculos de missão crítica em sua homenagem”.

“É uma honra que a instalação primária do NASA agora tenha o nome de Katherine Johnson”, disse Gregory Blaney, diretor do programa IV & V da NASA. “É uma maneira de reconhecermos a carreira e as contribuições de Katherine não apenas durante o Mês da História Negra, mas todos os dias, todos os anos”.

O presidente Donald Trump sancionou em dezembro um ato do Congresso pedindo a reformulação do Centro que contribui para a segurança e o sucesso das missões mais importantes da NASA, garantindo que o software da missão funcione corretamente.

Katherine Johnson Mary Jackson e Dorothy Vaughan

Entre suas realizações profissionais, Johnson calculou a trajetória para a missão Freedom 7 de Alan Shepard em 1961. Ela passou a fornecer cálculos para a NASA ao longo de sua carreira, incluindo várias missões Apollo.

Johnson recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade em 2015 e, em 2017, o Langley Research Center da NASA em Hampton, Virgínia, dedicou o novo Centro de Pesquisa Computacional Katherine Jonson em sua homenagem. Johnson comemorou seu centésimo aniversário em 26 de agosto.

Numa época em que a segregação racial era predominante em todo o sul dos Estados Unidos, Johnson e suas colegas matemáticas afro-americanas Dorothy Vaughan e Mary Jackson – que mais tarde foram promovidas a engenheiras – romperam barreiras raciais para alcançar sucesso em suas carreiras na NASA e ajudaram a pavimentar o caminho para a diversidade que atualmente se estende a todos os níveis de força de trabalho e liderança da agência.

Katherine Johnson completou 100 anos em 26 de agosto.

Sua história se tornou a base do filme de 2017 “Figuras escondidas”, baseado no livro de Margot Lee Shetterly e que aqui no Brasil, foi traduzido como “Estrelas além do Tempo”.

Desde a sua criação há mais de 25 anos, o programa IV & V da NASA realizou cerca de 100 missões e projetos. O Centro é responsável pelos programas de computador que orientam as viagens espaciais da NASA.

Sobre Paulo Roberto Machado

Jornalista e Radialista Profissional, graduado em Comunicação Social e Pós Graduado em MKT pela PUC de Campinas, trabalhou, em Campinas e em São Paulo, durante anos na Rede Globo de Televisão - TV e Rádio, na Bandeirantes - Rádio e TV e na antiga TV Manchete como repórter, editor e apresentador e âncora de Telejornais e programas de Debate. Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Ágape.

Leia Também

Astronautas já estão na Estação Espacial.

Com mais de 30 minutos de antecedência, os astronautas da SpaceX Crew-3 atracaram na Estação …