Página Inicial --> Astronomia --> NASA carimba passaporte dos viajantes virtuais!

NASA carimba passaporte dos viajantes virtuais!

Jornalista Paulo Roberto Machado acompanhou ao vivo a descida do Robot Perseverance no Planeta Marte: “compartilho, como ser humano que sou, o orgulho que os cientistas da NASA estão sentindo ao realizar esta missão com sucesso”!

Depois de viajar 470 milhões de quilômetros durante quase 7 meses, o Robot Perseverance e o helicóptero Ingenuity da NASA, desceram em Marte, no dia e hora marcados. A missão é buscar sinais de vida antiga e coletar amostras do solo que serão depois enviadas para a Terra.

Esta é a primeira imagem enviada pelo Robot para a Terra. Trata-se de uma imagem técnica, segundo os engenheiros, feita para orientar o pouso em segurança no Planeta.

A Agencia Americana deu um verdadeiro Show na cobertura do evento. Chegou até a produzir um programa em espanhol contando a história da viagem para Marte e que destacou os cientistas e colaboradores de origem latina.

Show de cobertura jornalística da nasa

O maior e mais avançado rover que a NASA enviou para outro mundo pousou em Marte na quinta-feira, depois de uma viagem de 203 dias que percorreu 472 milhões de quilômetros. A confirmação do touchdown bem-sucedido foi anunciada no controle da missão no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA no sul da Califórnia às 15:55 p.m. EST (12:55 p.m. PST).

Rota do Perseverance em Marte

Repleta de tecnologia inovadora, a missão Marte 2020 foi lançada em 30 de julho de 2020, a partir da Estação da Força Espacial do Cabo Canaveral, na Flórida. A missão de rover Perseverança marca um ambicioso primeiro passo no esforço para coletar amostras de Marte e devolvê-las à Terra.

“Esse pouso é um daqueles momentos cruciais para a NASA, os Estados Unidos e a exploração espacial globalmente – quando sabemos que estamos à beira da descoberta e afiando nossos lápis, por assim dizer, para reescrever os livros didáticos”, disse o administrador interino da NASA Steve Jurczyk. “A missão Salvador 2020 de Marte incorpora o espírito de perseverar da nossa nação, mesmo nas situações mais desafiadoras, inspirando e avançando na ciência e exploração. A missão em si personifica o ideal humano de perseverar em direção ao futuro e nos ajudará a nos preparar para a exploração humana do Planeta Vermelho na década de 2030.”

Robot Perseverança da NASA que pousou em segurança no Planeta Marte, com transmissão ao vivo da NASA.

Cientistas lembram que é a mais difícil fase do projeto pois todos os procedimentos tem que acontecer no tempo certo, com precisão para que a nave pouse em segurança na Jezero Crater.

A aeroshell contendo o rover Perseverança da NASA guia-se em direção à superfície marciana enquanto desce pela atmosfera nesta ilustração. Centenas de eventos críticos devem ser executados perfeitamente e exatamente a tempo para o rover pousar em Marte com segurança em 18 de fevereiro de 2021. Créditos: NASA/JPL-Caltech

NASA fez programa inédito em espanhol e ao vivo!

El 18 de febrero, “Juntos perseveramos”, el primer programa en español de la NASA para un aterrizaje planetario, ofrecerá a los espectadores una vista detallada de la misión Mars 2020 Perseverança y destacará el que los papelesionales hispanos de la NASA han desempeñado en ella.

Texto liberado pela NASA para informar que atendeu ao nosso pedido e, na chegada do Robot Perseverance à Marte fará, pela primeira vez na sua história, uma transmissão em espanhol.

Bhayva Lal, Chefe Interina de Pessoal da NASA.

“Estou muito orgulhosa dos esforços que a NASA está fazendo para compartilhar a emoção da aterrisagem do Rover Perseverança com os 500 milhões de pessoas que falam o espanhol, em todo o mundo. “Juntos Perseveramos” é o primeiro programa em espanhol da NASA que vai acompanhar a chegada em outro planeta”, disse Bhayva Lal, Chefe Interina de Pessoal da NASA.

Nasa carimba Passaporte Interplanetário

Jornalista Paulo Roberto Machado recebeu, da nasa, seu Passaporte Interplanetário carimbado.

O passaporte, o carimbo da chegada à Marte, e o cartão de embarque.
Tudo nesta fantástica viagem virtual.

Perseverance, levando chip com milhares de nomes, desce em Marte no dia 18.

O rover, chamado Perseverance, é um cientista robótico pesando mais de mil quilos, vai procurar por sinais da vida microbiana do passado, identificar o clima e a geologia do planeta e coletar amostras que serão trazidas para a Terra abrindo caminho para a exploração humana do Planeta vermelho. Créditos: NASA / JPL-Caltech
go.nasa.gov/Mars2020Pass
Detalhe do Microchip com milhares de nomes de pessoas do mundo todo que está no Perseverance da NASA.

Embora leve anos para que os primeiros humanos pisem em Marte, a NASA deu ao público a oportunidade de enviar seu nome gravado num microchip ao planeta vermelho com o Mars 2020 da NASA, que representa a primeira etapa da primeira viagem de ida e volta da humanidade para outro planeta.

Vídeo dá detalhes do projeto Marte

Especialistas da NASA contam como será o pouso do Perseverança em Marte

O rover, um cientista robótico pesando mais de mil quilos, vai procurar por sinais da vida microbiana do passado, identificar o clima e a geologia do planeta e coletar amostras que serão trazidas para a Terra abrindo caminho para a exploração humana do Planeta vermelho.

Lançada no ano passado, a Missão está sendo considerada um grande sucesso. A descida do Robot Perseverance em Marte está programada para o dia 18 de fevereiro.


“É um momento emocionante para a NASA, enquanto fazemos esta viagem para responder a questões profundas sobre o nosso planeta vizinho e até mesmo sobre as origens da própria vida.” disse Thomas Zurbuchen, administrador associado da Diretoria de Missões Científicas (SMD) da NASA em Washington.

A Jornada do homem até Marte!

O Laboratório de Microdispositivos do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL) em Pasadena, Califórnia, usou um feixe de elétrons para gravar os nomes apresentados em um chip de silício com linhas de texto menores que um milésimo da largura de um cabelo humano (75 nanômetros). Com esse tamanho, mais de um milhão de nomes podem ser inscritos em um único microchip do tamanho de uma moeda de dez centavos. O chip irá rodar no rover sob uma cobertura de vidro.

Robot Opportunity é a primeira morte no planeta Marte.

A agência espacial americana (Nasa) anunciou a “morte” no dia 13 de março, do robô Opportunity, que investigou a superfície de Marte durante 15 anos. Entre suas descobertas mais importantes, o equipamento encontrou os primeiros indícios de água no planeta.
Segundo cientistas da Nasa, o robô não sobreviveu a uma enorme tormenta de areia. “Tenho um profundo sentimento de agradecimento e gratidão ao declarar que a missão do Opportunity está completa”, disse Thomas Zurbuchen, da Nasa.

O Opportunity deu aos cientistas uma chance de ver Marte de um ponto de vista que nunca antes tinha sido observado: rochas dispostas em camadas que resistiram à erosão da água que supostamente fluiu no planeta vermelho há bilhões de anos. Por causa desse equipamento e de seu gêmeo Spirit, que desligou em 2010, a Nasa teve uma presença robótica contínua em Marte durante mais de 15 anos.

Na noite de 12 de fevereiro, o centro de controle da agência emitiu a última chamada ao Opportunity e não recebeu nenhuma resposta. O robot havia enfrentado uma violenta tempestade de areia e os técnicos consideraram que o seu silêncio foi o sinal definitivo da sua morte e da conclusão da missão.

O chefe do programa, John Callas disse que os engenheiros sabiam que um dia a missao chegaria ao fim. “Mas não imaginávamos que demoraria tanto”, afirmou. “Embora seja uma máquina, é difícil dizer adeus, é doloroso”.

Robot Opportunity da NASA pesquisou o solo marciano e enviou milhares de fotos para a Terra. Material que ainda está sendo analisados pelos técnicos. A descoberta de água em Marte foi uma das grandes conquistas da missão.

Sobre Paulo Roberto Machado

Jornalista e Radialista Profissional, graduado em Comunicação Social e Pós Graduado em MKT pela PUC de Campinas, trabalhou, em Campinas e em São Paulo, durante anos na Rede Globo de Televisão - TV e Rádio, na Bandeirantes - Rádio e TV e na antiga TV Manchete como repórter, editor e apresentador e âncora de Telejornais e programas de Debate. Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Ágape.

Leia Também

Como adestrar o seu cão.

Júlia Rosenthal e o “Método Inteligente”. Educar seu cachorro pode resolver muitas questões comportamentais. Assim …