Página Inicial --> Astronomia --> NASA batiza o Centro de Validação de Fairmont como Katherine Johnson

NASA batiza o Centro de Validação de Fairmont como Katherine Johnson

A NASA batizou sua Instalação Independente de Verificação e Validação em Fairmont, West Virginia, como “Katherine Johnson”.

“Estou muito feliz por estarmos homenageando Katherine Johnson dessa maneira, já que ela é um verdadeiro ícone americano que superou obstáculos incríveis e inspirou muitos”, disse Jim Bridenstine, administrador da Nasa. “É um tributo adequado nomear a instalação que realiza seu legado de cálculos de missão crítica em sua homenagem”.

“É uma honra que a instalação primária do NASA agora tenha o nome de Katherine Johnson”, disse Gregory Blaney, diretor do programa IV & V da NASA. “É uma maneira de reconhecermos a carreira e as contribuições de Katherine não apenas durante o Mês da História Negra, mas todos os dias, todos os anos”.

O presidente Donald Trump sancionou em dezembro um ato do Congresso pedindo a reformulação do Centro que contribui para a segurança e o sucesso das missões mais importantes da NASA, garantindo que o software da missão funcione corretamente.

Katherine Johnson Mary Jackson e Dorothy Vaughan

Entre suas realizações profissionais, Johnson calculou a trajetória para a missão Freedom 7 de Alan Shepard em 1961. Ela passou a fornecer cálculos para a NASA ao longo de sua carreira, incluindo várias missões Apollo.

Johnson recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade em 2015 e, em 2017, o Langley Research Center da NASA em Hampton, Virgínia, dedicou o novo Centro de Pesquisa Computacional Katherine Jonson em sua homenagem. Johnson comemorou seu centésimo aniversário em 26 de agosto.

Numa época em que a segregação racial era predominante em todo o sul dos Estados Unidos, Johnson e suas colegas matemáticas afro-americanas Dorothy Vaughan e Mary Jackson – que mais tarde foram promovidas a engenheiras – romperam barreiras raciais para alcançar sucesso em suas carreiras na NASA e ajudaram a pavimentar o caminho para a diversidade que atualmente se estende a todos os níveis de força de trabalho e liderança da agência.

Katherine Johnson completou 100 anos em 26 de agosto.

Sua história se tornou a base do filme de 2017 “Figuras escondidas”, baseado no livro de Margot Lee Shetterly e que aqui no Brasil, foi traduzido como “Estrelas além do Tempo”.

Desde a sua criação há mais de 25 anos, o programa IV & V da NASA realizou cerca de 100 missões e projetos. O Centro é responsável pelos programas de computador que orientam as viagens espaciais da NASA.

Sobre Paulo Roberto Machado

Jornalista e Radialista Profissional, graduado em Comunicação Social e Pós Graduado em MKT pela PUC de Campinas, trabalhou, em Campinas e em São Paulo, durante anos na Rede Globo de Televisão - TV e Rádio, na Bandeirantes - Rádio e TV e na antiga TV Manchete como repórter, editor e apresentador e âncora de Telejornais e programas de Debate. Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Ágape.

Leia Também

Museu do Senado em Brasília – DF

O Museu do Senado surpreende os visitantes do Congresso Nacional. Ele conta uma parte da …