Página Inicial --> Bodes do Asfalto --> Motociclistas do Vagabunds Day Fizeram Avaré Tremer

Motociclistas do Vagabunds Day Fizeram Avaré Tremer

 

O ronco de mais de 50 motos fizeram a pacata cidade de Avaré, no interior do Estado, tremer. Foi na quinta feira, 24 de outubro, último Vagabunds Day deste ano.

centroavare
O ronco dos motores em Avaré – SP

O grupo é formado por profissionais liberais, autônomos, empresários, alguns empregados, aposentados e até mesmo alguns desempregados. Em sua grande maioria, são membros da Maçonaria Universal. Pertencem às diversas potências e as mais variadas Lojas Maçônicas. Em comum, algo que os une acima de tudo: o gosto pelo motociclismo!

osvagabunds
Os Vagabunds Day a meio caminho de Avaré, pausa para abastecer e esticar as pernas.

Irmão Piva: “O Vagabunds Day é exclusivo para os homens motociclistas: “Nós sempre andamos de moto e levamos as mulheres, geralmente na garupa. A mulher participa ativamente de todas as nossas atividades mas, quando decidimos formalizar o grupo Vagabunds Day, chegamos à conclusão que seria mesmo um dia dedicado a não fazer nada, apenas para andar de moto. E que as mulheres não deveriam participar”.

benininohosptal

Irmão Benini, não pode comparecer ao Vagabunds Day. Estava internado no hospital. Mesmo assim, pediu para que levassem o seu colete e fez foto para justificar a ausência. Vagabundo assumido é assim mesmo. Não gosta de faltar ao compromisso de nada fazer.

Filosofia do Vagabunds Day: Segundo o irmão Piva, um dos idealizados do Vagabunds Day, a filosofia é mesmo não fazer nada: “O grupo não é exclusivo do Bodes do Asfalto, embora sejamos maioria. O fato é que qualquer um que esteja cansado, querendo esfriar a cabeça, pegar a moto e dar um passeio, pode participar”.

cimaponte
Do alto da ponte, na alça de acesso para Avaré, as motos formam um lindo espetáculo.

Quando a história da Vagabundagem de moto começou a ideia era ser uma turma pequena. Piva, Toledo, Wilson e Sobral confirmam que a intenção não era formar um grupo grande como o atual. “Quando o irmão quer botar o pé na estrada e vagabundear, a gente não deixa ele ir sozinho. Vai junto. Somos solidários”, conta Piva.

A trilogia, no início era: Sem destino, sem hora e sem programação

triciclo

No final do Bonde formado pelas motos, vai o Ferrolho. Essa figura é principal nesse tipo de passeio porque o ferrolho é quem cuida dos retardatários, verifica sempre se ninguém ficou pelo caminho, se algum motociclista precisa de auxilio. No Vagabunds Day, o ferrolho foi o triciclo.

Paulowilsonfaria

Paulo – Os Comunicadores, Wilson e Faria no pit stop a meio caminho de Avaré para um copo dagua e esticar as pernas.

alvaro assina lista
Toledo, em primeiro plano e Álvaro, o Sóbrio com o livro de presença da Vagabundagem.

Clique no link abaixo para assistir ao filme que nosso Irmão Álvaro fez do Vagabunds Day de Avaré.

O PRÓXIMO VAGABUNDS DAY SERÁ NA QUINTA FEIRA DIA 27 DE FEVEREIRO. O DESTINO SERÁ BARRA BONITA.

http://www.youtube.com/watch?v=TAcN1GoZTco&feature=youtu.be

Álvaro, o Sóbrio: “Prá quem gosta de andar de motocicleta o Vagabunds Day é muito bom. eu gosto porque é um movimento que mantém a pluralidade de pessoas, simplicidade no passeio e a motivação de todos. São passeios bons e baratos. Como no trajeto de ida e de volta o grupo passou por vários pedágios, Álvaro, que lidera o trabalho de melhorar o acesso das motos nas praças de pedágio, com locais exclusivos e mais seguros para as motos, comentou: “A gente percebe que houve uma pequena melhora mas a grande maioria ainda está fora dos padrões. As concessionários, infelizmente, não respeitam aquilo que ficou acordado e isso prejudica os motociclistas”.

wilsonrelatorio

Wilson, no pit stop, a caminho de Avaré, aproveita para colocar os recados em dia e fazer o relatório da viagem para o pessoal que ficou em casa. Wilson foi acompanhado de seu filho Milton que já adotou o Vagabunds Day.

Como o grupo ficou muito grande e exige uma estratégia e planejamento, Toledo decidiu implantar um Livro de Presença onde os Vagabunds Day registram a sua presença e anotam uma parte da história.

centroavare2

Escoltados pela Polícia Militar – Cabo Gusmão e Soldado Renato, da ROCAM – 53º BPMI, os Vagabunds Day percorreram as ruas centrais da cidade de Avaré, indo até a represa no Bar do Pirata.

centroavare3

Por todos os lugares onde o grupo passou, as pessoas paravam para admirar e fotografar as motos, elogiando a organização dos motociclistas.

os quatro

Da esquerda para a direita: Sobral, Wilson, Piva e Toledo. Os pioneiros que iniciaram o Vagabunds Day.

“Um dia, estávamos conversando quando o Piva me convidou: Vamos dar um pulinho até Ribeirão Preto? Eu disse que era muito tarde e ele insistiu que a gente deveria deixar um pouco o trabalho de lado e pegar a estrada.

Resolvemos então, marcar para a próxima quinta feira. Ficou acertado que aquele seria um dia para vagabundear. O irmãos Wilson e Sobral engrossaram o time. Gostamos tanto da história que decidimos repetir a façanha”. Conta o irmão Toledo.

Foi assim que nasceu o Vagabunds Day, de uma atividade descompromissada e com um pequeno número de irmãos e que aos poucos foi crescendo até transformar-se hoje num dos maiores encontros de motociclistas reunindo, em Avaré, mais de 50 motos.

faixas na represa

Moto Clube Bodes do Asfalto, Secção de Paranapanema, Moto Cristo Taquarituba, Irmandade São Manuel e outros grupos que participaram do encontro em Avaré. Encontro final foi no Piratas Bar.

Equipe que auxiliou

Irmão Edson e sua esposa Angela, Moto Clube Bodes do Asfalto, Secção Paranapanema, que recepcionaram os irmãos e cuidaram de toda a organização. Toledo conta que o irmão Edson mandou email perguntando sobre o Vagabunds Day e  se oferecendo para dar o suporte necessário ao lado dos irmãos Tomazela e Zanin.

sobralwiolsonfariatoledo

Wilson, Toledo e Piva. Reconhecimento ao Irmão Sobral pela dedicação e participação no Vagabunds Day. Zé Bala, Senatore e Tato foram aplaudidos como os que mais rodaram para estar em Avaré.

PARA COLOCAR NA AGENDA DE 2014:

O PRÓXIMO VAGABUNDS DAY SERÁ NA QUINTA FEIRA DIA 27 DE FEVEREIRO.

O DESTINO SERÁ BARRA BONITA.

 

 

Sobre Paulo Roberto Machado

Jornalista e Radialista Profissional, graduado em Comunicação Social e Pós Graduado em MKT pela PUC de Campinas, trabalhou, em Campinas e em São Paulo, durante anos na Rede Globo de Televisão - TV e Rádio, na Bandeirantes - Rádio e TV e na antiga TV Manchete como repórter, editor e apresentador e âncora de Telejornais e programas de Debate. Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Ágape.

Leia Também

Bodes do Asfalto se encontram em Ilha Comprida

Bodes comemoram com muita festa o Dia do Motociclista Parabéns aos irmãos de estradas e …