Página Inicial --> psicologia e comportamento --> PRF apreende mais de 500 mil dólares em veículo vindo do Uruguai

PRF apreende mais de 500 mil dólares em veículo vindo do Uruguai

Esta é uma das maiores apreensões no país e a maior apreensão de moeda estrangeira no RS este ano

A PRF aprendeu em um veículo vindo do Uruguai mais de 500 mil dólares na manhã desta sexta-feira (15), na BR 116 em Pelotas.

O serviço de inteligência da PRF observou um veículo suspeito cruzando a fronteira com o Uruguai e avisou as equipes da PRF para realizarem os procedimentos de abordagem.

A PRF deu ordem de parada ao veículo na BR 116, próximo ao acesso do município de Pelotas. Ao realizar a abordagem e os procedimentos de rotina a equipe da PRF encontrou uma grande quantia de dólares, aproximadamente 520 mil dólares.

O condutor do carro (um Hyundai/HB20 locado), um homem de 47 anos, disse que trouxe o carro da fronteira e não tinha conhecimento da presença do dinheiro.

O condutor, o carro e o dinheiro foram apresentados à Polícia Federal de Pelotas que decretou a prisão em flagrante por crime contra o sistema financeiro nacional e irá investigar a origem do dinheiro.

Confira no vídeo abaixo.

Assessoria de Comunicação Social – imprensa@prf.gov.br

 

 

 

 

Moro foi o principal orador da cerimônia de formatura da Universidade de Notre Dame, instituição católica fundada em 1842 e sediada no estado de Indiana, que reúne cerca de 12 mil alunos. A função já foi ocupada por ex-presidentes dos Estados Unidos como Barack Obama, George W. Bush e Ronald Reagan, entre outras autoridades.

Em discurso na cerimônia de formatura da Universidade de Notre Dame, nos EUA, o juiz Sergio Moro afirmou que “ninguém está acima da lei”, e que esse deve ser um princípio para a estabilidade da democracia no Brasil.

Veja o momento em que o Reverendo John Jenkis anuncia a outorga do título ao juiz brasileiro:

“O alicerce de nações democráticas é o Estado de Direito, o que significa que todos têm direito à igual proteção da lei. Isso quer dizer que é preciso proteger os mais vulneráveis, mas também que ninguém está acima da lei”, declarou.

O magistrado brasileiro afirmou que o trabalho na Operação Lava Jato –que condenou, segundo ele, “ex-governadores, congressistas, um ex-presidente da Câmara e até um ex-presidente”– não tem sido fácil, e citou “ameaças, riscos e tentativas de difamação”.

Cerca de 21 mil pessoas estiveram no evento, segundo a universidade. Moro Foi aplaudido de pé, ao final de seu discurso de pouco mais de 20 minutos. Entre o público presente no estádio da universidade, um brasileiro carregava uma cartolina com a frase: “Eu moro aqui, mas sou Moro no Brasil”.

Veja o discurso de Moro, na íntegra:

Ao final do discurso, o brasileiro deu quatro conselhos aos recém-graduados: nunca desistir de lutar por uma boa causa; saber que, se a luta for justa, você nunca estará sozinho; lembrar que seu comportamento pode inspirar outros; e não se render ao mal da corrupção ou da desesperança.

Sobre Paulo Roberto Machado

Jornalista e Radialista Profissional, graduado em Comunicação Social e Pós Graduado em MKT pela PUC de Campinas, trabalhou, em Campinas e em São Paulo, durante anos na Rede Globo de Televisão - TV e Rádio, na Bandeirantes - Rádio e TV e na antiga TV Manchete como repórter, editor e apresentador e âncora de Telejornais e programas de Debate. Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Ágape.

Leia Também

Bíblias de Estudo e publicações acadêmicas estão entre as dicas de presente selecionadas pela Sociedade Bíblica do Brasil.

Dia dos Pais: Que tal dar uma Bíblia de presente?  O Dia dos Pais, comemorado …