Página Inicial --> Dia da Bíblia destaca as traduções do Livro Sagrado

Dia da Bíblia destaca as traduções do Livro Sagrado

Dia da Bíblia enaltece as traduções

Celebrada no segundo domingo de dezembro, a data é precedida por campanha, promovida pela SBB, que este ano lembrou a importância do trabalho de disseminar a Palavra de Deus a todas as pessoas, na língua que lhes toca o coração.

sbb3 As Traduções da Bíblia foram o foco das comemorações pelo Dia da Bíblia de 2016. Celebrada no segundo domingo de dezembro, a data é precedida por uma campanha da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), que incentiva a mobilização de igrejas cristãs de todo o País nas manifestações de estima e agradecimento a Deus por sua Palavra. Inspirada no texto de Neemias 8.8: “Eles iam lendo o Livro da Lei e traduzindo; e davam explicações para que o povo entendesse o que era lido”, tem o seguinte tema: Tradução da Bíblia: para que o povo entenda a Palavra de Deus. Ao propor essa temática, a SBB quer lançar luz à importância deste trabalho, que tem permitido a transmissão da mensagem bíblica na língua que toca o coração de um número cada vez maior de pessoas.

“A obra da tradução da Bíblia é fundamental para o trabalho da Igreja. Não apenas as novas traduções são importantes, mas também as revisões”, destaca Erní Seibert, secretário de Comunicação, Ação Social e Arrecadação da SBB. Ele acrescenta que no Brasil, por exemplo, das quase 180 línguas nativas ainda faladas, nem um terço tem tradução da Bíblia completa. Além disso, as traduções existentes precisam ser atualizadas constantemente em termos de linguagem, para que possam ser entendidas pelos povos.

Na campanha pelo Dia da Bíblia 2016 foram destacados os aspectos da proximidade do texto bíblico com o leitor e sua cultura. “A Bíblia deseja falar a língua do coração das pessoas. As igrejas, organizações missionárias, agências de tradução e a SBB precisam enfrentar o desafio de tornar a Bíblia disponível nas línguas indígenas cujos falantes estão ansiosos para ouvi-la”, alerta Seibert.

biblia2A celebração do Dia da Bíblia incluiu uma campanha de arrecadação de recursos para manter e ampliar o trabalho de distribuição das Escrituras. Os recursos arrecadados possibilitarão que a Palavra alcance mais famílias carentes, detentos, estudantes e vítimas de calamidade, entre outros públicos. Para isso, foram oferecidos cofrinhos e envelopes para estimular os cristãos a levantarem ofertas pela Causa da Bíblia. As doações também poderão ser depositadas diretamente na conta bancária da SBB (Banco Bradesco, Agência 3390-1, C/C 18.512-4 – CNPJ 33.579.376/0001-51).

No site www.sbb.org.br/diadabiblia está disponível para download a arte dos materiais sugeridos: cartaz, mensagem alusiva à data, camiseta, planos de leitura. No mesmo endereço, será possível fazer pedido de envelopes, cofrinhos para ofertas, cartazes e planos de leitura.

 

O Dia da Bíblia – Criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer, o Dia da Bíblia começou a ser celebrado no Brasil em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários cristãos evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu quando foi fundada a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), em 1948. Graças ao trabalho de divulgação das Escrituras Sagradas, desempenhado pela SBB, as comemorações se intensificaram e diversificaram, passando a incluir a realização de cultos, carreatas, shows, maratonas de leitura bíblica, exposições bíblicas, construção de monumentos à Bíblia e ampla distribuição de Escrituras.

 

A SBB – A Sociedade Bíblica do Brasil é uma entidade beneficente de assistência social, de finalidade filantrópica, educativa e culturalbiblia1. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia Sagrada, um verdadeiro manual para a vida, que promove o desenvolvimento espiritual, cultural e social do ser humano, provocando, assim, a transformação daquele que com ela entra em contato. Para cumprir a missão de distribuir, de forma relevante, a Bíblia a todas as pessoas desenvolve programas de assistência social em todo o País. Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de “promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano”.