Página Inicial --> Ciência e Tecnologia --> Companhia Farmacêutica de Israel afirma estar próxima de obter a cura para o câncer.

Companhia Farmacêutica de Israel afirma estar próxima de obter a cura para o câncer.

Uma companhia farmacêutica de Israel está afirmando que terá “a cura completa para o câncer” em no máximo um ano. A notícia reacende a esperança de cura para um mal que assola a humanidade há tanto tempo, mas parece boa demais para ser verdade. Será que a promessa irá se realizar?

A empresa por trás dessa notícia ousada é a Acelerated Evolution Biotechnologies (AEBi), e com base nas alegações de seu presidente Dan Aridor, o tratamento em que está trabalhando é revolucionário.

“Nossa cura para o câncer será eficaz desde o primeiro dia, durará algumas semanas, e terá efeitos colaterais mínimos e a um custo muito menor do que a maioria dos outros tratamentos no mercado”, disse Aridor à imprensa. “Nossa solução será genérica e pessoal”.

Segundo informações, a cura do câncer da AEBi é chamada MuTaTo, que significa “toxina multi-alvo”. Ela ataca células cancerígenas com vários peptídeos – compostos de cadeias de aminoácidos – de uma vez, e esse ataque multifacetado é a chave para a eficácia do tratamento.

“Garantimos que o tratamento não será afetado por mutações; As células cancerígenas podem sofrer mutações de tal forma que os receptores alvos são eliminados pelo câncer ”, disse Ilan Morad, CEO da AEBi. “A probabilidade de ter múltiplas mutações que modificariam todos os receptores-alvo simultaneamente diminui drasticamente com o número de alvos usados.”

“Em vez de atacar os receptores um de cada vez, atacamos os receptores três de cada vez”, continuou ele. “Nem mesmo o câncer pode causar mutação em três receptores ao mesmo tempo”.

Um futuro sem câncer?

Morad afirma no Post que a AEBi usou seu tratamento contra o câncer para inibir o crescimento de células cancerígenas humanas em camundongos sem afetar as células saudáveis dos animais.

A empresa também concluiu vários testes in vitro e em breve iniciará testes clínicos, após os quais o tratamento estará disponível em casos específicos.

Claramente, o tipo de tratamento que os cientistas israelenses estão propondo será extraordinário – afinal, o câncer é a segunda causa mais comum de morte em todo o mundo. Os especialistas entretanto, não se empolgam e estão esperando o escrutínio da comunidade científica.

Sobre Paulo Roberto Machado

Jornalista e Radialista Profissional, graduado em Comunicação Social e Pós Graduado em MKT pela PUC de Campinas, trabalhou, em Campinas e em São Paulo, durante anos na Rede Globo de Televisão - TV e Rádio, na Bandeirantes - Rádio e TV e na antiga TV Manchete como repórter, editor e apresentador e âncora de Telejornais e programas de Debate. Formado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Ágape.

Leia Também

Rosacruzes inauguram o Museu Tutankhamon

Maior complexo egípcio do país, a Ordem Rosacruz, AMORC, em parceria com o arqueólogo egípcio …